quarta-feira, 16 de março de 2011

Racionalizando a dubiedade

Eu não tenho cara de quem escuta Britney Spears. Duas pessoas me disseram isso nessa semana. Pude perceber a partir disso três proposições: 1ª - eu sei disfarçar muito bem; 2ª - eu devo ter cara de que gosto de coisas que não gosto; 3ª - as pessoas não me conhecem. Cara, eu e a Brit somos como unha e cutícula. Não dá pra ver, não? Eu já escrevi aqui no blog sobre os meus gostos musicais ecléticos. Fiz isso com a intenção de precaver qualquer mal-entendido ou decepção futura quanto a minha pessoa. Ler o que eu escrevo pode ser útil para quem quer olhar para mim sabendo - supostamente - quem eu sou. Digo supostamente porque nem tudo que eu escrevo significa o que você lê. - E pelo visto, além de escrever em códigos, eu aparento códigos errados. - Inclusive, tenho postagens que só não apago por preguiça e apego ao momento de que me refiro. Mas seria melhor que o fizesse para não aborrecer pessoas que considero queridas e que possam não me querer mais por perto justamente por má interpretação. A maior parte dos textos daqui é ininteligível para quem não me conhece e pode até parecer um tanto sujo. Mas, não, não sou falcatrua. E não minto também. Leia-se e entende-se: não sou falcatrua e não minto. É bem isso, sem anáforas ou metáforas.
Não gosto de que me pergunte o que eu quis dizer em tal postagem. Ora bolas, se não ficou claro é justamente porque eu não queria que ficasse. Semear a plantinha da desconfiança textual, essa é a intenção. Tudo isso não passa de uma grande brincadeira nas entrelinhas. Mas não é por isso que você deva me levar na brincadeira. Eu aí com você sou eu como você. Eu aqui para você sou eu diferente de mim com você. Sacas?



Assuntos aleatórios

Para a minha felicidade, o melhor álbum de 2011 já vazou e se chama Femme Fatale. Não gosto do nome, acho que On The Floor seria o título mais adequado devido ao som diferente e eletrônico. A dona da arte é a minha Britoca adorada. E como ela sabe que estou ansiosa pra ter o cd físico (sim, eu compro cd), Miss Britney Bitch fez questão de vazar trechos de quatros músicas da versão deluxe do álbum. He About To Lose Me parece ser a melhor faixa dentre elas. #queroouvirinteira Enfim, são 16 faixas excelentíssimas em um mesmo produto, coisa que nunca tinha visto (ouvido) e vou levar mais 22 anos para ver (ouvir) alguém repetir a façanha.

Ah, antes tarde do que nunca e esquecida como sempre: não sei se já comentei, mas meu brother Luan Roberto Augusto, vulgo chefe do David Coimbra, insiste em criticar a falta de parágrafos nas minhas postagens. Eu sei que eles existem, mas me reservo o direito de não permitir a entrada e permanência dessa regra básica na vida literária. E explico o porquê: meus pensamentos não tem parágrafos, mal e porcamente tem letras maiúsculas - hoje por sinal, tenho mais letras maiúsculas do que os habituais travessões. E acima de tudo, meu blog não é portal de notícias. #REVOLTSTOTAL.


"Como são admiráveis as pessoas que nós não conhecemos bem." Millôr Fernandes

"Há pessoas desagradáveis apesar das suas qualidades e outras encantadoras apesar dos seus defeitos." François La Rochefoucauld

2 blábláblá:

Luan Ott disse...

Eu te conheço e afirmo: não é falcatrua e não mente. Dá pra acreditar?

Britney fez o melhor álbum da carreira. Aí eu concordo. Mas o melhor álbum de 2011 ainda aguarda pelo lançamento.

E... quanto aos parágrafos, boa desculpa. Só seria melhor se ela tivesse alguns espaços no início de algumas frases... não me lembro como se chama isso na regra gramatical...

Bruna Foscarini disse...

Luan sonhando que a Beyonce lança álbum melhor do que o da Britney em 2011...tadinho. E sim, tu me conhece, Roberval. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Postar um comentário