domingo, 23 de janeiro de 2011

O dia depois de ontem

Cheguei lá antes do que havia prometido a mim. Pouca gente. Era cedo demais pra você estar lá. -Tudo bem, eu espero. Afinal, eu sou um poço de paciência. E de esperança. 16:20. 17:20. 18:00. Nada. Só a vaga lembrança esbranquiçada e quase esquecida pela empolgação. Quem é você mesmo? Te reconheceria? De ontem só havia três pessoas repetindo o repertório. E você, repete? Quanto a mim, vou continuar tentando. E você, por favor, continue correndo lá aos sábados entre 17h e 18h. Obrigada. 

PS: Ah, acordei com uma dor no peito, daquelas de coração em caquinhos. Há tempos não sentia isso. Ninguém provocou isso tão rapidamente. Só pode ser coisa minha.

"Não há nenhum lugar nessa terra tão distante quanto ontem." Robert Nathan

"Trocaria todos os meus amanhãs por um único dia de ontem."  Janis Joplin

0 blábláblá:

Postar um comentário